O bater das asas das borboletas

imagem Google

Postei um dia desses no meu Instagram a seguinte frase: "Não alimente grilos, e sim borboletas." e fiquei pensando na importância dessa ação. 

Às vezes a gente perde um tempo danado imaginando coisas que ou não são de fato ou ainda nem aconteceram, e nem vão, pelo menos não necessariamente, tanto nas relações de amor, quanto nas outras relações que temos na vida.

É tão gostosa a sensação de borboletas batendo asas na barriga, no estômago, na alma. 

Seja por um novo amor, por um novo trabalho, por um novo projeto, por novidades em todos os campos...

Aquele frisson na alma faz a gente se sentir vivo, faz a gente ter a certeza de que podemos mais, de que podemos inovar, inventar, reinventar dentro de qualquer situação. Faz a gente sorrir, que nem loucos por aí, rir sozinhos e se sentir nas nuvens.

A mesmice só vem para quem está na inércia. E borboletas e inércia não combinam.

Que tal pegar o movimentar das asas dessas lindas e usar como metáfora para a sua vida?

Eu sou uma pessoa que preciso e prefiro sempre as borboletas aos grilos. Gosto do nervoso, da ansiedade e da expectativa por algo que ainda não vivi, gosto de me alimentar de sonhos e ações para torná-los verdadeiros. 

Gosto de fazer um sonho virar realidade, mas se não existir no sonho aquela cosquinha na barriga é porque talvez seja sinal de Deus de que não é o caminho certo para mim.

Ahhhhhh sim, a cada ano vivido, a cada experiência contada, eu tenho certeza de que essas borboletas são colocadas por Deus dentro da gente e o movimentar de suas asas é Deus fazendo ventríloquo para que possamos nos lembrar de que Ele está ali ao nosso lado.

Não só está como ainda nos manda sempre uma sensação deliciosa a cada novidade.


Que possamos sempre sentir o bater das asas das borboletas. Que possamos sempre estar em conexão com Ele. 

Beijo, beijooooo!

Sheila Mendonça

10 comentários:

  1. É isso mesmo! Vamos curtir as borboletas ao invés de sofrer com os grilos! Linda metáfora ❤️

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi minha querida, obrigada pela visita e pelo comentário, amei. E viva as borboletas!
      Beijo, beijo!

      Excluir
  2. "eu tenho certeza de que essas borboletas são colocadas por Deus dentro da gente e o movimentar de suas asas é Deus fazendo ventríloquo para que possamos nos lembrar de que Ele está ali ao nosso lado." Posso com tamanha lindeza? Bjuivos no coração. Texto lindo, que tenhamos cada vez mais borboletas no coração e no nosso jardim da vida.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. rsrsrsrs obrigada, minha querida, feliz que gostou, que tenhamos sim mais borboletas no coração e no nosso jardim da vida, amei e amém!
      Beijo, beijooooo no seu core ;)

      Excluir
  3. No início do texto lembrei de como sofro com as conversas que só ocorrem na minha cabeça hahaha mas, Deus sempre chega com Amor e Graça, nos curando da ansiedade e das dores diárias e ainda nos presenteia com esse bater de asas internas diante de tudo que nos leva a ser melhor ❤
    Lindo texto She, bjoooo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que comentário lindoooooooo! Amei, minha linda, obrigada pela visita e seja sempre bem-vinda!
      Bjbj

      Excluir
  4. Oi She querida, estou tão feliz que tenha voltado ao blog, viva!!!!
    Simmmmm, acho que tenho milhares de borboletas dentro de mim, pois elas não param de farfalhar aqui e ali e estou sempre em busca de novidades na vida e nos estudos. Concordo que os grilos as vezes "enchem o saco", mas seu canto acelerado é sinal de chuva, e para uma bióloga, nada melhor que isso, rs rs!

    Beijinhos mil

    Bia
    www.biaviagemambiental.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi queridaaaaaaa Bia! Bom voltar à blogosfera, ainda devagar, mas já tirei a poeira e a teia de aranha hahahaha Amei seu comentário e vc tem mesmo muitas borboletas voando aí dentro de você. Quanto aos grilos, preciso confessar que dei uma gargalhada aqui com o seu comentário, mas você tem toda razão.
      Beijo, beijooooo e obrigada pela visita.

      Excluir
  5. A gente dá abertura pras borboletas e elas aparecem! E que assim seja sempre em nossa vida! Ficou lindo o blog...
    Blog é uma coisa engraçada, Sheila, a gente tem um bom retorno, mesmo quando não comentamos em nenhum outro. Tem aqueles frequentes, tem só os leitores, tem os que pesquisam pelo Google e sempre estão no nosso espaço e tem aqueles que só aparecem quando vamos nos blogs deles... E não tá bom assim? Eu adoro! A vida corrida que tenho me impede de ser mais frequente em tantos blogs bons que tem por aqui, mas, coisas da vida.
    E outra, o bom do blog é que tudo fica registrado e sem prazo de validade, é só fazer uma busca e pronto!
    Beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pela visita, minha querida, sinto falta de usar a blogosfera como fazia antigamente, mas a vida tá tão corrida, mas como dizem que o tempo somos nós que fazemos estou aqui me esforçando. Nada se compara a nossa blogosfera, principalmente a de antigamente.
      Beijo, beijooooo

      Excluir

Comente à vontade e seja bem-vindo!